Viegas Fernandes da Costa lança Coliseu Tropical, seu quinto livro

Viegas Fernandes da Costa é de Blumenau, aqui construiu sua trajetória de vida. Historiador, sempre teve postura crítica com a historia da cidade, os caminhos adotados desde a colonização até os dias recentes.

E escrevia sobre isso no Santa, nas finadas versões impressas, sempre com textos certeiros, mas cercados de polêmica. O que incomodou muita gente.

Outra essência de Viegas é a literatura. Está lançando seu quinto livro, Coliseu Tropical. Neste seu novo livro, o escritor caminha sobre as tênues fronteiras entre os gêneros literários para discutir e refletir questões caras ao Brasil contemporâneo.

Para o doutor em Letras pela UFPR e escritor Claudecir de Oliveira Rocha,  “Coliseu Tropical é um manifesto poético contra a superficialidade e o artificialismo da sociedade moderna, contra a injustiça e a desigualdade social, contra a violência e nossa indiferença sobre questões ecológicas e aos sofrimentos daqueles vitimados pela pobreza, contra nossa hipocrisia diária que julga a todos sem olhar para o espelho, contra nossa vida trancafiada em contêineres e muito mais.” Ainda segundo o Rocha, o livro apresenta “poemas que transitam na prosa, na crônica urbana, no microconto poético e no aforismo, mas em todos há uma beleza própria da poesia, um ritmo lancinante, um arranjo de palavras que nos faz confrontar com nossa própria condição enquanto humanos, nossos defeitos e nossas virtudes, tudo o que nos diferencia e que outrossim nos aproxima”.

Viegas atualmente reside em Florianópolis, onde leciona História no Instituto Federal de Santa Catarina. Autor de obras de crônicas e poemas, em 2015 recebeu o Prêmio Catarinense de Literatura.  É autor também dos livros: Sob a luz do farol (2005), De espantalhos e pedras também se faz um poema (2008), Pequeno álbum (2009) e Sob a sombra da Tabacaria (2015) .

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta