Vice Maria Regina ganha novas funções na Prefeitura de Blumenau e segue os passos de Hildebrandt

Foto: PMB

As ascensão da vice-prefeita Maria Regina Soar (PSDB) na Prefeitura de Blumenau lembra muito a do prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) quando era vice de Napoleão Bernardes (então no PSDB). Os dois encarnam o fim da era dos vices “figurativos”, que teve , entre outros nomes, Jovino Cardoso Neto, Édson Brunsfeld, Rufinus Seibt e Inácio Mafra.

Mário assumiu a secretaria de projetos especiais e mobilidade urbana na gestão anterior e Maria Regina, que já coordenava a Comissão Municipal de Imunização, assume agora a coordenação de importantes projetos para Blumenau.

O decreto 13.512, assinado pelo prefeito Mário Hildebrandt nesta sexta-feira, delega à Maria Regina a coordenação das comunicações, atos e eventos em comemoração aos 200 anos da Imigração Alemã e dos projetos de reforma e restauro do Primeiro Porto Pluvial de Blumenau, da ponte Aldo Pereira de Andrade, a Ponte de Ferro e da antiga sede da Prefeitura, hoje sede da Secretaria de Cultura e Relações Institucionais.

Os projetos acontecem de forma coordenada com outras secretarias. Os preparativos para as comemorações aos 200 anos da Imigração Alemã, por exemplo, já estão em andamento com apoio da Secretaria de Cultura.

A reforma e restauro da ponte Aldo Pereira de Andrade, a Ponte de Ferro, já possui projeto, mas ainda demanda recursos. Já no caso do Primeiro Porto Pluvial, o projeto já está formatado, mas precisa ter as informações atualizadas.

A antiga sede da Prefeitura tem parte das ações com recursos garantidos, como é o caso da pintura e manutenção, a aquisição de aparelhos de ar-condicionado e a modernização dos espaços. Outros itens, como a parte elétrica, o sistema preventivo de incêndio e o sistema de monitoramento e vigilância estão em processo de captação de recursos.

“É uma enorme alegria poder contribuir para esses projetos para nossa cidade. Ter a oportunidade de atuar frente a vacinação, garantindo esperança para o futuro dos blumenauenses e ao mesmo tempo colaborar com o resgate e a preservação da nossa história é, sem dúvida, uma honra!”, afirmou a vice-prefeita.

A grande diferença entre os dois casos – Mário e Maria – , é que ele foi preparado para assumir a Prefeitura num curto prazo de tempo, visto que era trabalhada a saída de Napoleão para ser candidato em 2018. Agora, às vésperas de mais uma eleição, Hildebrandt já anunciou que não é candidato em 2022, completando o mandato em 2024.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta