Tem novo ministro na Educação, mas nada de olavistas

Nada de olavistas

O novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, negou informação do Globo de que vai readmitir alunos de Olavo de Carvalho na pasta.

“Não é verdade.”

Nenhum nome da desastrosa gestão de Vélez deve retornar à pasta.

Multa da Vale

Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, lançou a ideia de investir R$ 250 milhões a serem pagos pela Vale como multa ambiental pelo rompimento da barragem de Brumadinho em sete unidades de conservação em Minas.

Depois dos investimentos em ecoturismo, posteriormente, os parques seriam concedidos à iniciativa privada.

Com informações: O Antagonista

Reaproximação de Barbosa

Depois de um ano da sua filiação ao PSB, o ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa se reaproxima do partido. Em reunião com o presidente, Carlos Siqueira, foi decidido que Barbosa integrará um conselho de relações internacionais que vai formular o discurso da legenda.

Fachin nega de Lula

O ministro do Supremo, Luiz Edson Fachin negou um pedido da defesa do ex-presidente Lula para transformar em presencial o julgamento virtual de um recurso que pode suspender os efeitos da condenação no processo do tríplex e libertar o político. Na prática, o pedido era por uma antecipação do julgamento.

Na próxima sexta-feira (12), a 2ª Turma do Supremo começa a julgar o tema.

Com informações: UOL

Resumo do Brasil: o novo ministro da Educação não readmitir os olavistas, a ideia de Ricardo Salles, a reaproximação de Joaquim Barbosa da política e Fachin nega recurso da defesa de Lula.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta