Superliga de vôlei: Apan Blumenau recebe Guarulhos na noite desta quarta-feira

Foto: Raphael Guilherme Moser

O Vedacit Vôlei Guarulhos é o adversário da APAN/Eleva/Blumenauna noite desta quarta-feira, 27 de janeiro, com início previsto para 20 horas, no Ginásio do Galegão, em Blumenau. O confronto é válido pela quarta rodada do returno da Superliga Banco do Brasil 2020-21 e o segundo da série de nove jogos consecutivos em casa.

Uma vitória, combinada com resultados negativos de Uberlândia, América e Itapetininga, pode colocar o time blumenauense na quinta colocação da competição. A APAN/Eleva/Blumenau está em oitavo. Soma 16 pontos em 14 partidas disputadas – cinco vitórias. Uberlândia está em quinto, com 18 pontos, seguido por América (17) e Itapetininga com o mesmo número de pontos de Blumenau, mas com uma partida a menos. 

Não tem jogo fácil 

Mas não terá jogo fácil. No primeiro turno, os dois times protagonizaram uma partida equilibrada em Guarulhos. Foi a primeira vitória da APAN/Eleva/Blumenau na competição, decidida no tie break. Tem outro ingrediente nessa disputa, o time paulista não atua pela Superliga desde o dia 22 de dezembro, quando perdeu por 3 a 0 para o Sada Cruzeiro, atuando em Minas. Após isso, atletas foram diagnosticados com Covid-19 e a participação da Copa Brasil foi cancelada. “A realidade mudou e não temos informações recentes sobre eles”, comentou o técnico André Donegá.

Donegá destaca a agressividade do time paulista no saque e no bloqueio. “Jogam muito pelo meio e para vencê-los precisamos sacar bem e ter uma ótima postura de defesa da primeira bola para gerar um contra-ataque”, resumiu o comandante. E por falta de informações atualizadas, será necessária atenção redobrada, pois estarão descansados e poderão vir com novas estratégias de jogo. Por outro lado, pesa o ritmo de jogo do adversário. Ele poderá ser um aliado do time de Blumenau.

Volta de Alê 

Donegá novamente poderá contar com força máxima neste confronto. O ponteiro Alexandre Meinecke Monteiro, o Alê, já retornou no jogo da semana passa, ainda trabalhando apenas na defesa, mas já está fazendo saltos em saques e breve será mais um reforço no passe e na defesa. Foi exatamente no jogo contra Guarulhos, no primeiro turno, que o atleta sofreu uma séria lesão no tornozelo direito. Foram dois meses de ausência.

Com previsão de estar 100% em condições em até duas semanas, Alê está ansioso, mas feliz pela volta. “Foi a lesão mais grave que tive até hoje e num momento onde estava pegando o ritmo do grupo. Além disso houve a pandemia atrasou nossos treinos”, comentou.

A força da torcida 

Mesmo à distância, de forma virtual, o torcedor da APAN tem sido fundamental ao time nesse momento da Superliga. Donegá está ciente disso e faz um chamamento geral para que sigam acompanhando os jogos, nas transmissões ao vivo ou pelas redes sociais do time. “Afinal, esse projeto é para nossa comunidade da região e de Santa Catarina. Palavras de incentivo e vibrações positivas nos ajuda bastante”, assinalou.

Fonte: Apan Vôlei

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta