STF suspende discussão sobre dívida dos Estados, mas mantém liminar favorável

Foto: James Tavares/Secom Governo SC

Depois do relator Edson Fachin ter dado o parecer contrário a tese dos Estados -SC, RS e MG -, na renegociação da dívida com a União, os ministros do Supremo Tribunal Federal decidiram suspender por 60 dias o julgamento na sessão desta quarta-feira, 27. Eles seguiram a proposta do ministro Roberto Barroso, mantendo as liminares já emitidas em favor aos estados, ou seja, neste período não pagaram juros sobre juros.

Os ministros deram o tempo parra que as duas partes busquem um acordo. Segundo o secretário da Fazenda de SC, Antonio Gavazzoni, que acompanhou a sessão em Brasília ao lado do governador Raimundo Colombo (PSD) “a tese de Santa Catarina não caiu. A manutenção da liminar foi uma vitória ainda importante”.

Foto: James Tavares/Secom Governo SC
Foto: James Tavares/Secom Governo SC

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta