SDRs: modelo de Luiz Henrique da Silveira chega ao fim

Foto: Julia Voigt/ Secom SC

O secretário de Planejamento de Santa Catarina, Murilo Flores, esteve em Blumenau hoje, 18,  para apresentar as mudanças nas Secretarias de Desenvolvimento Regional (SDRs), transformada em Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs). Participaram servidores de oito regionais do Vale do Itajaí.

Foto: Julia Voigt/ Secom SC
Foto: Julia Voigt/ Secom SC

É o fim da estrutura pensada pelo ex-governador Luiz Henrique da Silveira, falecido no ano passado. A manutenção dela no primeiro mandato do governo Raimundo Colombo (PSD) foi quase uma imposição de LHS para a construção da Tríplice Aliança, garantindo assim a vitória de Colombo, em 2010.

No ano passado o governador enviou à Assembleia Legislativa o projeto de reforma administrativa com as mudanças,  cortando  106 cargos comissionados e 136 funções gratificadas em todas as estruturas regionais, além de extinguir a SDR de Florianópolis.

Em entrevista para o Paulo César, na rádio Nereu Ramos, Murilo Flores, garantiu que não houve retrocesso na proposta  de descentralização. “É um avanço, um aperfeiçoamento”, garantiu, mesmo com a nova estrutura perdendo o pouco que tinha de autonomia administrativa.

Agora terá um caráter mais de porta-voz das demandas regionais. O secretário de Planejamento também garantiu que o plano de desenvolvimento regional, que teria sido abandonado, vai ser resgatado.

Segundo Cássio de Quadros ( PSD), agora secretário executivo, com quem conversei por telefone, a estrutura em Blumenau já estava reduzida desde o ano passado. Desde a posse dele, no começo do segundo mandato de Colombo, seis cargos de gerentes e um de diretor regional não foram preenchidos e agora deixaram de existir.

“Temos que promover o desenvolvimento regional, que era a proposta inicial da SDRs lá em 2003”, afirmou Cássio, destacando que a atuação hoje estava mais focada nas questões administrativas e burocráticas. “Ficávamos mais nas demandas municipais, trazidas pelos prefeitos. Agora vamos pensar de forma macro para a região”, finalizou.

O horário de atendimento a partir de março passa a ser das 9h às 12h, das 14h às 18h. Hoje é apenas no período da tarde, apesar de alguns atendimentos serem prestados em dois turnos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta