Samae de Timbó instalará maior adutora da história do município

Foto: Waldemar Elizio Neto/Ascom PMT

Neste mês de janeiro o Samae de Timbó iniciou as obras de instalação de duas novas adutoras no bairro Capitais, o que irá modernizar e trazer qualidade para o serviço de abastecimento da cidade inteira. Além das tubulações, o Samae também já instalou dois registros para distribuição de água na Estação de Tratamento de Água (ETA), possibilitando que os trabalhos sejam efetuados sem grandes interrupções. Os investimentos serão em torno de R$ 700 mil e a previsão é que tudo esteja concluído no prazo de 90 dias.

As ações já podem ser notadas mais especificamente na Rua Rio de Janeiro, onde já foram retirados os canteiros centrais da via, local onde será instalada a maior das tubulações, com 350mm. É a maior adutora de água tratada já instalada em toda história do município e o equipamento deve permitir o aumento de vazão e pressão da água, melhorando o abastecimento em toda cidade.

Paralela a essa estará sendo implantada uma rede de 60mm, nas laterais da rua, junto às calçadas.

Já na Avenida Aristiliano Ramos será colocada uma outra tubulação de 300mm, que fará ligação com essa grande adutora da Rua Rio de Janeiro e, que terá o papel de distribuir água tratada para os bairros.

Modernização

Algumas redes de abastecimento de Timbó são muito antigas, ainda com tubulação em ferro já degradadas, por esse motivo, o Samae está investindo na modernização, visando tanto o aumento da qualidade dos serviços prestados quanto a garantia da saúde da população. Os canos de ferro vão perdendo capacidade de vazão, criando uma espécie de afunilamento por dentro, impedindo a passagem de mais água. O Samae realiza uma inspeção nas tubulações e as que apresentam degradação são substituídas por novos tubos em PVC.

Expansão

O projeto de expansão ainda conta com a manutenção e adequação do sistema de bombeamento em diversos bairros. No bairro Padre Martinho Stein serão realizadas as maiores intervenções, que resultarão em melhorias imediatas para a comunidade local, Araponguinhas e Estados, atendidos por essa rede.

Os técnicos do Samae já estão em fase de elaboração de um novo projeto de implantação de reservatório de água, que deverá ampliar a capacidade de armazenamento em 50% na estação de tratamento.

Fonte: Comunicação PMT

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta