Reeleição de Bolsonaro, Raquel Dodge se manifesta sobre a anulação do processo do Lula e as mudanças no Governo

Reeleição

Pouco tempo depois de começar o seu governo, Bolsonaro já mira a próxima eleição. Em sua participação na Marcha Para Jesus, em São Paulo, o presidente disse que tentará a reeleição em 2022 se o governo não aprovar uma boa reforma política e “se o povo quiser”.

Bolsonaro com certeza estará na disputa. Resta saber o que sobrará da força política que tem hoje.

Repasso a brincadeira de um amigo meu: “Esperar para ver como será o governo Mourão!”. Será?

Anulação 

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, encaminhou nesta sexta-feira (21) ao Supremo parecer contrário ao pedido da defesa do ex-presidente Lula para anular a sua condenação no caso tríplex.

A Segunda Turma do Supremo desengavetou um pedido da defesa para a anulação da condenação, depois que as mensagens entre o então juiz Sergio Moro e membros do Ministério Público Federal no Paraná foram vazadas pelo site The Intercept Brasil.

A solicitação foi feita sob o argumento de que Moro teria sido imparcial no processo.

Com informações da Folha.

Mudanças

Jorge Francisco de Oliveira assumirá a Secretaria-Geral da Presidência. O cargo era até então ocupado pelo general Floriano Peixoto, que foi transferido para o comando dos Correios.

Oliveira comandava a Subchefia de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, órgão que analisa a legalidade dos atos presidenciais – área que passará a integrar a Secretaria-Geral.

Oliveira disse que, em um primeiro momento, acumulará a função com a de ministro.

Já deixaram o Governo: Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral), Ricardo Vélez Rodríguez (Ministério da Educação), Carlos Alberto dos Santos Cruz (Secretaria de Governo) e Joaquim Levy (BNDES).

Com informações da BBC Brasil.

Resumo do Brasil: a reeleição de Bolsonaro, Raquel Dodge se manifesta sobre a anulação do processo do Lula e as mudanças no Governo.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta