PSDB volta a ser opção para majoritária do projeto de reeleição de Mário Hildebrandt

É certo que muitos evitam conversar abertamente sobre o assunto, ainda mais depois das mudanças no calendário eleitoral, jogando para 15 de setembro o prazo para oficializar alianças e candidaturas.

O foco é o combate ao Coronavírus, mas nos bastidores da política muita gente procura um par para chamar de seu.

Como já escrevi, a dobradinha João Paulo Kleinübing (DEM) e Ronaldo Baumgarten (PSD) está bem encaminhada, trazendo junto o PP, diminuindo as possibilidades de composição para o prefeito Mário Hildebrandt, lembrando que os três partidos fazem parte da base do Governo.

Entre os aliados, permanecem os três partidos organizados para esta eleição – Podemos, Solidariedade e Republicanos -, além do PSDB e MDB, para ficar nos principais.

O MDB não está estruturado para oferecer um nome competitivo e o PSDB, partido que garantiu dois mandatos para Napoleão Bernardes, um deles que transformou Hildebrandt prefeito, não estava na lista de prioridades. O sonho sempre foi Baumgarten ou alguém que tivesse o aval de Kleinübing.

Como isso parece inviável e como uma candidatura com chapa pura tem tudo para afastar parceiros, visualizo uma aproximação novamente com o PSDB. E um nome voltou a ser ventilado, o do médico, ex-vereador, ex-presidente da Câmara e prefeito interino por duas vezes, Marco Antonio Wanrowsky.

Conversei com ele, hoje presidente do PSDB local. Fez questão de destacar que não é momento para este debate, reforçou o apoio do partido ao prefeito Mário Hildebrandt, elogiou o trabalho que vem sendo feito no combate a pandemia e confirmou que há uma conversa, mas não em torno do seu nome, mas sim na presença do PSDB numa majoritária.

Assim como o presidente anterior, Alexandre Matias, Wanrowski cobra um espaço de protagonista para o PSDB, pela parceria até agora e pelos nomes que os tucanos tem para apresentar, citando os três vereadores, a ex-secretária Maria Regina Soar e até o ex-senador Dalirio Beber, além de outros.

Sobre o seu nome, diz que sua prioridade como presidente do partido é construir a nominata para vereadores e trabalhar para eleger dois.

Mas é um nome a ser colocado no tabuleiro eleitoral de Blumenau.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta