Ministério da Saúde diz que vacinação deve começar pelas capitais

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Élcio Franco, secretário-executivo do Ministério da Saúde, afirmou nesta quarta-feira, 13, que a vacinação contra a Covid-19 no Brasil deve começar pelas capitais e no mesmo horário em todo o país.

Segundo Franco, a vacinação inicia pelas capitais e vai “atingindo os municípios posteriormente”.

A declaração foi feita em entrevista aos jornalistas. De acordo com Élcio, não é possível fixar a data de início da imunização porque a definição depende da aprovação emergencial das vacinas pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Previsões

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, já fez diversas previsões de quanto a vacinação começaria, e recentemente tem apenas dito que será em janeiro. Élcio Franco argumentou nesta quarta que processo “depende de múltiplos variáveis” para que ocorra de forma simultânea e gratuita para toda a população.

Uso emergencial

No próximo domingo, 17, a diretoria da Anvisa se reunirá para decidir sobre pedidos de uso emergencial das vacinas desenvolvidas pelo Instituto Butantan e pela Fiocruz. Domingo, é o penúltimo dia do prazo fixado pela própria agência para analisar as informações fornecidas.

Para atender à demanda brasileira, o Ministério da Saúde deve fazer um novo pregão para aquisição de 240 milhões de seringas no dia 15 de janeiro.

As informações são do Congresso em Foco

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta