Maria Regina, vice-prefeita eleita de Blumenau

Foto: Divulgação

Depois de dois anos e oito meses, Blumenau voltará a ter vice-prefeito, ou melhor vice-prefeita, a primeira na história se minha pesquisa não está errada. E Maria Regina Soar (PSDB) assume para ser vice mesmo, pelo menos foi o que manifestou assim que os resultados das urnas apontavam a eleição da chapa que ela dividiu com Mário Hildebrandt (Podemos).

Com sua experiência na área de saúde, ex-secretária municipal e ex-gerente regional de Saúde, é um nome natural para ocupar uma pasta na linha de frente na futura administração, mas disse que não ocupará nenhum espaço no primeiro escalão, pelo menos agora.

Resta saber qual será o papel da vice na futura gestão, quais atribuições darão para o cargo. Mário Hildebrandt se elegeu vice – sem salário, numa lei demagógica já reformada – e se transformou em secretário municipal que cuidava das obras de mobilidade urbana que estavam por vir.

Maria Regina tem personalidade forte, não veio para fazer figuração. Ela e o prefeito reeleito já bateram de frente recentemente, quando ele assumiu o comanda da Prefeitura no lugar de Napoleão Bernardes, atrito que rendeu a exoneração dela.

Os dois dizem que as arestas estão apuradas e me parece ser verdade. Mas espaços precisam ser construídos, consolidando o PSDB como principal fiador desta reeleição.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta