Hospital de Gaspar terá mais 10 leitos de UTI

Foto: Amanda Weber/Arquivo PMG

Santa Catarina atravessa um dos momentos mais críticos em seu sistema de saúde durante a pandemia do Covid-19. Com a curva de infecções crescendo e o número de leitos de UTI disponíveis cada vez menor no Estado, medidas drásticas devem sem tomadas para tentar frear o crescimento da doença. E em Gaspar não é diferente. Com 100% dos leitos de UTI Covid ocupados, a Prefeitura e o Hospital de Gaspar buscam meios de aumentar a oferta de leitos de UTI no município ainda em março.

De acordo com Fabiana Massari, nova diretora administrativa do Hospital de Gaspar, as medidas para contratação dos serviços da Unidade de Terapia Intensiva estão adiantadas e devem ser concluídas nos próximos dias.

“Precisamos agir rápido, pois a situação é crítica. Os novos leitos devem começar a ser implantados já na próxima semana para atender o mais rápido possível. Ao total, serão 10 novos leitos de UTI Covid que ficarão à disposição da comunidade em meados de março. Todos os 20 leitos serão regulados pelo Estado”, explica Fabiana.

Os novos leitos de UTI devem ocupar parte da Ala Clínica Francisco Mastella, atualmente utilizada para atender pacientes com quadros leves do Covid.

“O espaço clínico será realocado e a Ala transformada na nova UTI. Será necessária a contratação de uma nova equipe médica intensivista, com médicos, técnicos e enfermeiros. Todos os esforços que estão sendo tomados visando garantir o pleno atendimento à população gasparense”, afirma a diretora administrativa.

Os novos leitos de UTI-Covid, assim como os 10 já em funcionamento, serão regulados pela Secretaria de Estado da Saúde. O município irá arcar com parte dos valores para a implantação enquanto o Estado irá repassar a verba de manutenção.

“Estamos preparando a implantação de mais 10 de leitos de UTI no Hospital de Gaspar. O sistema de saúde do nosso Estado está em colapso e precisamos tomar mais medidas para garantir o atendimento à nossa população. Já temos o local e estamos adquirindo os equipamentos necessários para que esses 10 leitos comecem a funcionar ainda no início de março. Precisamos que a toda a população se conscientize. Sozinhos, não vamos conseguir vencer essa guerra. Todos sabem o que fazer: usar máscara, não aglomerar, higienizar mãos. Faça o que for preciso para assegurar a sua vida e a de quem você ama”, reforça, Kleber Wan-Dall.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta