Greve nos ônibus: Sindetranscol tentará mudar decisão da Justiça

Foto: Alexandre Gonçalves/Informe Blumenau

Perdi as contas de quantas assembleias dos trabalhadores coletivo o Informe Blumenau acompanhou recentemente. Na manhã desta segunda-feira, 28, houve mais uma que decidiu pela realização de outra, mais tarde, a partir das 17 horas, no mesmo local, no Terminal do Aterro.

Foto: Alexandre Gonçalves/Informe Blumenau
Foto: Alexandre Gonçalves/Informe Blumenau

Não tinha outro jeito. O comando do Sindetranscol tentará, a partir do meio dia ( quando o plantão do Judiciário começa o trabalho), mudar a liminar dada pela juíza de plantão na última quinta-feira, 24.   Para ficar claro, a decisão judicial só tem validade a partir da manhã de hoje, quando os diferentes atores do transporte coletivo foram notificados. O sindicato recebeu a intimação às 9h30.

A decisão judicial saiu diferente do pedido encaminhado pela procuradora do trabalho na tarde de quarta-feira, 23. Não pediu o bloqueio dos créditos do Cónsórcio Siga para o pagamento do 13º salário, em atraso desde o último dia 15. Determinou o bloqueio de cerca de 30% dos créditos para o pagamento do salário de dezembro, não levando em conta o 13º e nem o vale-alimentação. Esta decisão não garante o pagamento na data acertada, que seria o quinto dia útil de janeiro. O pagamento só aconteceria quando houvessem os recursos, a partir dos 30% de bloqueio.

Existem outros pontos da decisão judicial questionados pela direção do sindicato. Vão no Ministério Público do Trabalho pedir o apoio para mudar a decisão liminar. Somente a partir desta conversa que os trabalhadores farão uma avaliação dos rumos, o que acontecerá logo mais às 17 horas.

Na assembleia de hoje pela manhã era grande a preocupação com o futuro de cada um. Não é para menos, o fim do Consórcio Siga é quase uma realidade. E como as dívidas e pendências trabalhistas são grandes, com o fim dos contratos com as empresas, a Justiça será o caminho para garantir o pagamento dos diretos dos trabalhadores.

Foto: Alexandre Gonçalves/Informe Blumenau
Foto: Alexandre Gonçalves/Informe Blumenau

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta