Futuro do 2º processo de impeachment de Moisés será definido ainda em dezembro

Foto: Secom SC

O Tribunal Especial do Julgamento que analisa o 2º processo de impeachment contra Carlos Moisés (PSL) se reúne no dia 14, às 9h, para decidir pela admissibilidade ou não do processo sobre a compra de 200 respiradores junto a empresa Veigamed, oriundo da conclusão da CPI da Assembleia que apontou crime de responsabilidade do governador.

A relatora do processo, desembargadora Rosane Portella Wolff, lerá seu parecer e encaminhará o primeiro voto, e na sequência outros  quatro desembargadores e cinco deputados vão votar se prossegue o julgamento de Moisés pelo crime imputado ou ele deve ser encerrado. São preciso seis votos para qualquer lado.

Em caso de admissibilidade, Moisés é novamente afastado, ele que voltou ao Governo na semana passada depois de ter o primeiro julgamento encerrado com absolvição na semana passada.

Mas o que muito se comenta é que, apesar das acusações de agora serem mais graves e consistentes, o clima político e institucional mudou, o que pode significar que a possibilidade de impeachment encerre neste dia 14.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta