Ex-técnico do Metropolitano, Valdir Espinosa morre aos 72 anos

Foto: Rodrigo Rodriguez/Grêmio

Com curta passagem pelo Metropolitano como técnico em 2016 e campeão mundial pelo Grêmio em 1983, Valdir Espinosa faleceu nesta quinta-feira, 27, pela manhã aos 72 anos.

Espinosa passou por duas cirurgias na semana passada (nos dias 17 e 20 de fevereiro) e morreu após complicações. A morte foi comunicada pelo Hospital Quali Ipanema, onde o ex-treinador e dirigente esportivo estava internado.

Segundo a nota, Valdir “faleceu no início da manhã de hoje (quinta-feira) por volta das 6 horas da manhã por colapso cardiovascular resultante de pós-operatório complicado e infecção generalizada”.

O velório será nesta quinta-feira, das 15 às 22 horas, no Salão Nobre de General Severiano.

Desde o fim do ano passado, Valdir era gerente de futebol do Botafogo, clube que, quando técnico, ajudou a tirar de uma fila de 21 anos sem títulos com a conquista do Campeonato Carioca de 1989.

Com informações: Agência Brasil

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta