Ericsson Luef comanda primeiras reuniões oficiais no PMDB de Blumenau

Foto: Federação Catarinense de Futebol
Foto: Federação Catarinense de Futebol
Foto: Federação Catarinense de Futebol

Nesta quinta-feira, 14, serão dois encontros. Um, reservado, com os demais membros recém nomeados da Comissão Provisória Municipal, indicados na última segunda-feira pelo presidente estadual Mauro Mariani. Em seguida será com os pré-candidatos a vereador.

A dúvida é uma só.  Saber o que o empresário Ericsson Luef pensa para o partido em termos eleitorais e o que a Executiva Estadual quer.

O sentimento interno hoje é de candidatura própria à Prefeitura de Blumenau, com Marcelo Lanzarin. Também pode ser estar junto com Jean Kuhlmann (PSD). Em terceiro, compor o projeto de reeleição de Napoleão Bernardes (PSDB), talvez a vontade maior de Ericsson, por afinidade pessoal.

Mesmo com todos os problemas enfrentados pela falta de comando e trapalhadas feitas pela executiva estadual, a simples possibilidade do PMDB ter candidatura mexe com o tabuleiro eleitoral. O PTB, hoje no grupo dos pequenos partidos em torno de Alexandre José (PRB) e mais próximos de Jean Kuhlmann (PSD), já estaria acertado para uma eventual coligação.

E o Solidariedade, do vereador Zeca Bombeiro, ficou em dúvida. Até então fechado no projeto de reeleição de Napoleão Bernardes (PSDB),  Zeca Bombeiro vai esperar os próximos movimentos do PMDB. O vereador do Solidariedade, que mira ser deputado estadual em 2018, é próximo de Ericsson Luef e não descarta a parceria.

No PTB, o empresário Emil Chartouni confirma que foi sondado para ser vice numa eventual parceria com o PMDB. Recusou. O indicado, caso se confirme, seria o presidente da sigla em Blumenau, Carlos Velozo.

Mas lembrando que é o PMDB, cada dia com uma emoção nova.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta