Deputados terão que analisar pedido de impeachment contra Michel Temer

Foto: Site PMDB

O que foi desmentido, o que era engano vira real, apenas alguns dias depois. A Câmara dos Deputados terá que atender o pedido de abertura do processo de afastamento do vice-presidente Michel Temer (PMDB), nos mesmos moldes do que tramita contra a presidente Dilma (PT).

Foto: Site PMDB
Foto: Site PMDB

A decisão é do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal. De acordo com o ministro não caberia ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB, do mesmo partido de Temer) avaliar as acusações contra o vice-presidente e sim uma comissão especial do parlamento.

Quem protocolou o pedido foi o advogado Mariel Marra, de Minas Gerais. Ele alega que Temer cometeu crime de responsabilidade e contra a lei orçamentária, pois também teria assinado decretos autorizando créditos suplementares sem autorização do Congresso Nacional. Os decretos hoje são conhecidos como pedaladas fiscais, as mesmas acusações que pesam contra Dilma Rousseff.

Ou seja, o segundo na linha de sucessão, vai ser julgado pelo mesmo crime da presidente.

Eduardo Cunha já anunciou que irá recorrer da decisão do STF.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta