Caminhada pela Liberdade acontece pelo segundo ano em Blumenau

Foto: divulgação

No dia 19 de outubro, sábado, os blumenauenses serão novamente lembrados que a escravidão ainda existe e que o tráfico humano é o crime que mais cresce no mundo. Essas são as mensagens que os participantes da Caminhada pela Liberdade (Walk for Freedom) irão transmitir, por meio de placas e de panfletos que irão entregar à população.

O início está previsto para às 9h45.

A Caminhada pela Liberdade é coordenada pela A21, uma organização global de combate ao tráfico humano e à escravidão moderna, com o objetivo de conscientizar as pessoas para a causa. Em 2018, mais de 450 cidades receberam o evento, em 52 países, alcançado mais de 70 milhões de pessoas.

No Brasil, o evento será realizado simultaneamente em 17 cidades. Em Blumenau, mais de 100 participantes irão marchar silenciosamente em fila única, com início na Praça Dr. Fritz Müller, seguindo pela Rua São Paulo, Avenida Castelo Branco (Beira Rio) e retornando pela Rua XV de Novembro, até a Prefeitura.

Mundialmente, a indústria do tráfico humano lucra mais de 150 bilhões de dólares por ano. Estima-se que a cada 30 segundos alguém se torna um escravo e 99% das vítimas nunca são resgatadas. Infelizmente, menos de 1% dos traficantes são condenados. O telefone nacional para denúncia de tráfico humano é o 100.

A fundadora da A21, a australiana Christine Caine, acredita que, ao reunir milhares de pessoas por esta causa, conscientizando e arrecadando fundos, podem incentivar o resgate e a restauração dos seres humanos que estão sendo explorados. “Estamos convencidos de que se fizermos isso juntos, se continuarmos a aparecer, se formos persistentes, se continuarmos a crescer em força, número e coragem, poderemos ver a escravidão ser erradicada em nossa geração”, enfatiza.

A21

A21 é uma organização global sem fins lucrativos, determinada a erradicar o tráfico humano por meio de conscientização, intervenção e assistência aos sobreviventes. Atualmente com escritórios em 14 países, visa combater a escravidão moderna por meio de uma estratégia operacional e multidimensional: alcançar, resgatar e restaurar. A A21 realmente acredita que uma grande quantidade de vítimas pode ser identificada, resgatada e seus agressores levados à justiça por meio de parcerias e de esforços dos apoiadores em várias partes do mundo.

Mais informações no site A21.org/walk ou no Instagram @walkblumenau.

Para inscrições, acesse walkblumenau.com.br.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta