Bruno Cunha presidirá a Câmara de Vereadores de Blumenau

Foto: Lucas Prudêncio/CMB

A esposa do presidente da Câmara de Blumenau, Marcelo Lanzarin (Pode), detectou positivo para o Coronavírus e por conta disso ele se licenciou do Legislativo e da presidência. Com isso, o vice-presidente Bruno Cunha (Cidadania) assumirá o comando da casa por duas semanas.

Lanzarin fez o teste também e deu negativo. A esposa dele passa bem e está isolada em casa.

Bruno Cunha assumirá na primeira sessão depois que a última teve que ser suspensa antes do final por falta de quórum. O que aconteceu na sessão de terça, de ter apenas quatro vereadores no plenário, foi uma exceção, mas o pequeno quórum é uma constante desde que foi mudada a ordem dos trabalhos, com a análise de projetos e requerimentos primeiro e  depois o pronunciamento dos parlamentares.

Bruno tem dois caminhos. Tentar sensibilizar os colegas a permanecerem até o fim no plenário – são duas sessões apenas  por semana – ou retornar a ordem original dos trabalhos, com as votações – onde é obrigatória a presença dos vereadores – ficando para o final.

Bruno Cunha é hoje um vereador de oposição à administração Mário Hildebrandt (Pode), mas isso não atrapalhará a condução dos trabalhos pela postura do mais jovem a assumir a Presidência da Câmara Municipal de Blumenau.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta