Aulas presenciais nas escolas do Estado não voltam em 2020 e Conselhos avaliarão o retorno nas cidades

Foto: Mauricio Vieira/Arquivo/Secom

O Governo do Estado anunciou nesta sexta-feira que as escolas estaduais prosseguem atividades remotas até o fechamento do calendário de 2020, apenas retomando as atividades presenciais de apoio pedagógico.

E diz que as redes municipal, privada e federal têm autonomia para decidir como conduzir as ações pedagógicas e a retomada, porém, de acordo com o que estabelece o PlanCon e mediante o acompanhamento e a atuação dos comitês municipais.

Mas não é uma coisa de hoje para amanhã, como explicou a secretária de Educação Patricia Lueders na live da Prefeitura desta sexta-feira, 25. É preciso que seja criado este comitê – que está em criação, segundo Patricia – e que ele analise os planos de contingência de cada escola, que precisam estar adequados às regras sanitárias estaduais. Este comitê será formado por representantes do Município, da Rede Privada, de Conselhos e entidades.

A fase atual é ainda de capacitação dos gestores regionais pela Defesa Civil e Secretaria de Educação do Estado.

E ainda, o Estado já avisou que o retorno será escalonado, começando pelas crianças maiores.

E claro, apostando que a matriz de risco epidemiológico permaneça em queda.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta