Agentes Locais de Inovação vão ajudar empresas do Vale do Itajaí a se tornarem mais competitivas e inovadoras

Arte: divulgação

Uma metodologia exclusiva que reúne atendimento presencial capacitado e ações para a inovação na rotina de cada negócio. É assim que atuam os Agentes Locais de Inovação (ALI), profissionais credenciados do CNPq/SEBRAE. Em Santa Catarina já são mais de 200 empresas que contam com o apoio destes agentes para ganhar em crescimento e competitividade.

No Vale do Itajaí são mais de 40 empresas e ainda há vagas em aberto – o atendimento é gratuito. Na região, o ciclo 2 acaba de iniciar, e os agentes já estão programando as visitas. Aloísio Salomon, especialista do Sebrae Blumenau responsável pela gestão do projeto, diz que a inovação para aumento da competitividade é o grande ganho para os participantes. “Juntos, ALIs e empreendedores conseguem implantar a melhoria contínua, através de questionários que apoiam no mapeamento das oportunidades em cada empresa”, destaca.

Exemplo de quem já participou

O empresário Marcos Antônio Sens criou em 2016 a empresa Massas do Marcão, projeto que oferece macarrão artesanal com ingredientes orgânicos e nutracêuticos (com as plantas alimentícias não convencionais como ora-pro-nóbis, moringa oleífera, açafrão da terra e tupinambor). Ele avalia a transformação que o ALI proporcionou ao negócio. “Fiquei muito feliz pelo resultado, pela forma como foi conduzido. Enquanto empreendedor, aprendi a tirar um tempo para realmente pensar sobre a gestão do negócio e buscar direcionamentos para inovação, para alavancar o resultado de receitas. A gente sente os impactos emocionais, o estresse, as ansiedades e por estar focado muito na resolução do problema não consegue ver outras faces da mesma situação. O projeto ALI me ajudou muito neste sentido”, conta.

De acordo com Laura Caceres, Agente Local de Inovação do Sebrae/SC, Marcos teve uma grande dedicação, cumprindo os prazos e tarefas. “Ele pensou no seu modelo de negócios para continuar levando produtos de qualidade para seus clientes de forma cada vez mais próxima. Repensou os seus custos e trouxe mais eficiência a sua produção, avaliou seus canais de vendas, e após esse processo, reviu quais realmente trazem resultados para sua empresa e para seus clientes. Implantou como uma ação de inovação em seu negócio, um showroom: um espaço para compras e trocas de ideias sobre gastronomia”, diz.

Para saber mais sobre o projeto, preencher o formulário e se inscrever, os interessados podem acessar sebrae.sc/selecaoempresas-ali

Fonte: Trevo Comunicação

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta