Ações de prevenção à dengue em Blumenau ganham apoio do 23º BI

Foto: divulgação PMB

A partir desta segunda-feira, dia 1º de julho, as equipes de agentes de endemias da Prefeitura de Blumenau farão suas ações de prevenção ao mosquito Aedes aegypti acompanhadas de soldados do 23º Batalhão do Exército de Blumenau (23º BI). O objetivo é unir forças na cidade pra conscientizar a população da importância de eliminar os criadouros do inseto.

As visitas domiciliares iniciam na região Norte, no bairro Itoupavazinha, onde há também grande concentração de focos do mosquito. A partir das 8h, as equipes se reúnem no ESF Frederico Jensen, de onde sairão às ruas para a abordagem com folders informativos. Há duas semanas, os soldados participaram de uma palestra de capacitação com as informações de como evitar os focos do Aedes.

Atualmente Blumenau tem 199 focos do mosquito, número considerado baixo quando comparado com outros municípios da região. “Fazemos um trabalho de prevenção o ano inteiro junto à comunidade para evitar a proliferação do Aedes e, consequentemente, as doenças que ele transmite. Com a ajuda do Exército, esperamos conscientizar ainda mais pessoas da importância de cuidar do seu entorno”, explicou a coordenadora do Programa municipal de Combate a Dengue, da Secretaria de Promoção da saúde (Semus), Eleandra Casani.

Além das ações educativas, a prevenção é feita pelos agentes de endemias com as visitas quinzenais aos 358 pontos estratégicos e monitoramento semanal de 1650 armadilhas. Neste mês de junho, a fim de ampliar a rede de prevenção à proliferação do inseto, foram realizadas capacitações dos agentes comunitários de saúde de todas as regiões do município, com o tema “Combate ao Aedes aegypti: como Blumenau realiza as ações contra o mosquito”. Neste período, palestras sobre o assunto também foram realizadas em empresas, e para pelo menos 15 turmas da Escola Básica Municipal (EBM) Machado de Assis.

Neste ano, foram registrados 6 casos importados de dengue em Blumenau e 987 em Santa Catarina, de acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE). “Estamos cuidando para que Blumenau não se torne área infestada, como tantos outros municípios da região já estão. E isso só é possível com a colaboração de toda a população e de entidades representativas, como o Exército de Blumenau, que irá nos auxiliar nas abordagens educativas”, enfatizou o secretário de Promoção da Saúde, Winnetou Krambeck.

Fonte: Secretaria de Comunicação PMB

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta