Prefeito Napoleão Bernardes volta a manifestar-se sobre denúncia na Operação Lava Jato

oktoberfest_2017
Foto: Marcelo Martins/Secom PMB

Nesta quinta-feira, 10, publicamos a notícia de que o ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, retirou o nome do deputado federal Décio Lima (PT) e por consequência da esposa, deputada estadual Ana Paula Lima (PT) do rol dos denunciados.

Por conta disso, tive que contextualizar as denúncias, referentes a uma suposta doação eleitoral   para os três principais candidatos a prefeito de Blumenau em 2012, pela Odebrecht Ambiental. Entre eles, Napoleão Bernardes (PSDB), que teve o agravante de, eleito, assinar o aditivo solicitado pela empresa, que entendo que qualquer dos outros assinaria de forma parecida.  Por conta disso, a denúncia contra ele é mais pesada que os demais: corrupção ativa e corrupção passiva, com suspeita de lavagem de dinheiro, enquanto Ana Paula e Jean Kuhlmann (PSD) foram denunciados por Caixa Dois.

Por conta desta contextualização, o prefeito Napoleão entrou em contato com o Informe, por meio de sua assessoria. Disse que Fachin também o afastou da investigação e o processo foi redistribuído para outra Ministra. Esclarece o seguinte:

“Sobre o fato de o Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin ter considerado não haver relação entre as investigações da Operação Lava Jato e seu nome, Napoleão Bernardes, Prefeito de Blumenau, reafirma sua convicção de que não deveria ter sido citado de maneira precipitada e inverídica.

Bernardes acredita que sua absolvição e a comprovação de que não houve qualquer envolvimento seu com as acusações virá no tempo certo, pelas vias do Judiciário, por meio da gestão, ou ainda na aprovação e no reconhecimento popular.

O Prefeito encarou a decisão com sobriedade e serenidade e segue investindo energia nas questões da cidade, como as cinco novas obras de mobilidade que devem sair do papel a partir da próxima semana e contam com mais de R$ 90 milhões de investimentos, ou ainda nas 90 ações de comemoração do aniversário de 167 anos de Blumenau (em 2 de Setembro), com mais de um mês de programação.”

Foto: Marcelo Martins/Secom PMB

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

4 Comentário

  1. “segue investindo energia nas questões da cidade,”…entenda-se investir energia em sua campanha vistas as eleições de 2018, sim porque, visita mais outras cidades do nosso estado do que propriamente os bairros que o elegeram…
    LASTIMÁVEL E LAMENTÁVEL

  2. Aprovação e reconhecimento popular não absolvi. Não precisa ser muito inteligente para ver que os custos de campanha e que é declarado não fecham. Não só do Napoleão. Cadê o choque de gestão??

Deixe uma resposta