João Rodrigues volta para Câmara dos Deputados por decisão de Gilmar Mendes

Foto: Facebook pessoal

Um Habeas Corpus concedido pelo mais polêmico ministro da mais alta Corte Brasileira garante que João Rodrigues (PSD) assuma o mandato de deputado federal, para qual foi reeleito em 2018. Gilmar Mendes mandou suspender a inelegibilidade do político do Oeste do Estado, que o impediu de assumir a vaga.

Com isso, quem fica de fora é o colega de PSD, Ricardo Guidi. João Rodrigues fez quase 68 mil votos e vai para seu terceiro mandato.

Ex-prefeito de Chapecó, chegou a ser preso por irregularidades em uma licitação quando era prefeito de Pinhalzinho. Por conta disso, teve sua eleição impugnada pela Justiça Eleitoral com base na ficha limpa.

A decisão de Gilmar Mendes pode ser conferida aqui.A7C993FEB119CE6BA534741A9CFD763C

 

1 Comentário

  1. Preso por irregularidades em uma licitação e fez 68 mil votos. Quem está errado nessa historia? O juiz que concede Habeas Corpus ou a população que ajuda a reeleger?

Deixe uma resposta