Começou!

O primeiro debate na tv

Nesta quinta-feira, 9, às 22h, a TV Bandeirantes realiza o primeiro debate com os candidatos à Presidência da República. Participarão 8 dos 13 candidatos, todos amparados com coligações com no mínimo 5 parlamentares.

No debate, Álvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede). Preso em Curitiba, Lula não deverá participar. A Band não aceitou a sua substituição pelo seu vice, Fernando Haddad.

O debate será mediado pelo jornalista do Grupo Bandeirantes Ricardo Boechat.
O debate terá meus comentários ao vivo, no Twitter do Informe Blumenau: @informeblu

PT no debate

O candidato a vice-presidente pelo Partido dos Trabalhadores, Fernando Haddad, afirmou na manhã desta quinta-feira, que não participará nem da plateia do debate da TV Bandeirantes.

A justiça negou o pedido do partido para que Lula ou Haddad participassem do debate, pensando nisto, o ex-prefeito de São Paulo, Manuela D’Ávila, Gleisi Hoffmann e o coordenador da campanha e ex-presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli farão no mesmo horário, um debate pelas redes sociais.

Querer colocar como candidato um preso dá nisso, agora precisam arrumar meios de manter a candidatura no debate.
Desde o começo de toda essa novela chamo a candidatura de Lula de blefe, e será.
Vão arriscar até o fim, apostam na capacidade do ex-presidente em transferir votos e não na capacidade de Haddad em conquistar votos.

Para o The Economist, Bolsonaro representa risco à democracia

Lembrando aos “liberais” aliados de Bolsonaro, a publicação se define como defensora do livre mercado.
Com uma chamada “Brasília, we have a problem” (Brasília, temos um problema), a revista Britânica The Economist publicou um editorial em que afirma que Jair Bolsonaro (PSL) é um risco à democracia. Mais, que Bolsonaro seria um presidente desastroso.

A publicação afirma que o candidato pelo PSL já demonstrou ter pouco respeito a vários grupos de brasileiros, incluindo negros e gays.

Além de tudo isto, a revista ainda aponta para a falta de conhecimento dos problemas econômicos da nação e a capacidade de resolvê-los.

As informações são da Folha de S.Paulo.

Duas grandes personalidades

Escrevi ontem nesta coluna, as palavras de Kátia Abreu, candidata a vice de Ciro Gomes (PDT), sobre a posse armas. Pois bem, Ciro afirmou que pensa diferente: “Ora, mas você imagina que o vice pensa igual a mim? Qual vice pensa igual ao titular na história do Brasil?”, segundo a Folha, quando declarou isto, o candidato estava bem irritado.

1 Comentário

Deixe uma resposta