“Um deputado para chamar de meu”

Acompanhando pelas redes sociais a recente viagem do prefeito de Blumenau fez à Brasilia nesta terça e quarta-feira me veio a cabeça uma música antiga, do Erasmo Carlos, que ficou famosa pela cantora Marina, chamada “Um homem para chamar de seu”.

Bobagem a parte, a metáfora é por conta do périplo de Mário Hildebrandt (sem partido) no Congresso Nacional. Como Blumenau não tem representante na capital federal, Hildebrandt atacou em todas as frentes, sem cor partidária. Tudo em busca de parcerias para Blumenau.

Contabilizei 10 encontros em gabinetes de parlamentares.

Dos 16 deputados federais catarinenses, visitou sete, pelo menos que eu tenha visto: Hélio Costa (PRB), Coronel Armando (PSL), Daniel Freitas (PSL), Ricardo Guidi (PSD), Geovânia de Sá (PSDB), Angela Amin (PP) e o Rogério Peninha Mendonça (MDB). E ainda o polêmico Marco Feliciano (PSC/SP).

Não vi registro de encontro com o único deputado federal do Médio Vale, Gilson Marques (Novo).

Dos três senadores, Mário Hildebrandt conversou com dois: Esperidião Amin (PP) e Jorginho Mello (PR).

 

 

1 Comentário

Deixe uma resposta