TV Informe: o discurso de Luciano Hang, da Havan, em Gaspar

.

Publicidade camara_blu_hz
Foto: Informe Blumenau

Todas as aparições públicas do dono da Havan são midiáticas, para chamar a atenção.

Luciano Hang é o empresário catarinense bem sucedido, que gera emprego e renda em Santa Catarina e outros 13 estados brasileiros. Faz questão de associar a imagem pessoal a sua empresa, a Havan. A cada novo empreendimento, a cada nova ação, ele está à frente.

Ocupa muitos espaços por conta dos novos empreendimentos que abre em tudo quanto é lugar, com bastante frequência. Foi assim na última sexta-feira, em evento na Prefeitura de Gaspar, quando Luciano Hang apresentou oficialmente a proposta da loja que começa a ser construída na cidade, evento com lideranças e representantes da imprensa, como o Informe.

A “apresentação” de Luciano impressiona, por alguns aspectos. Faz um discurso contundente, para impactar mesmo.

Começando pelos números da Havan. 100 lojas no pais até o final do ano, 40% de crescimento no mês de maio, 12 mil funcionários e expectativa de gerar mais 2.500 em 2017.

Em Gaspar, promete gerar 200 empregos diretos com a loja, “todos da cidade”, sem falar na fase de construção.

Remando contra a maré das dificuldades econômicas do pais, Luciano Hang aproveita para dar recados aos políticos, alfinetando sempre que pode.

Parabenizou o prefeito de Gaspar, Kleber Wan-Dall (PMDB), por ter procurado a Havan. “Se fosse o anterior ( Celso Zuchi, do PT), eu não viria”, falou, destacando que não estava pedindo e não tinha recebido nada à Prefeitura. “Quero apenas agilidade nos processos”, afirmou sobre processos burocráticos.

Foto: Informe Blumenau

Nas críticas aos políticos, centrou fogo ao Partido dos Trabalhadores, mas sem citar o nome da sigla.

Muitas vezes, no seu discurso, Luciano Hang falou como político. Com expressões como  “eu acredito em Gaspar” e “a Havan ajuda a alegrar a cidade”, o empresário está criando um imaginário na cabeça das pessoas por onde circula.

Foto: Informe Blumenau

Ou como uma estratégia de marketing empresarial, ou por vaidade pessoal ou por uma eventual incursão na política, em 2018.

Eu apostaria nas três hipóteses acima.

Confira parte do discurso dele para um auditório da Prefeitura de Gaspar lotado.

 

3 Comentário

  1. Deu a entender que não gosta do pt…

    Já marcou ponto comigo.

    Aliás, quem é, mesmo, que gosta desse execrável, ignominioso partido?

    O pt deveria ser banido da cena política brasileira e a sua sigla enviada para os quintos dos infernos todos!

    O pmdb também não é lá grande coisa, devido a estar sempre do lado de quem manda, contrariamente ao que dizem!

    E o psdb é do Aécio, para quem fiz campanha nas ruas. E me enganou.

    Há uma solução para as próximas eleições presidenciais: não se votar – pelo menos em primeiro turno – em nenhum desses partidinhos.

    Alcino Carrancho

    (O Patriota, Anti-petista)

  2. Quem gosta do PT é louco da cabeça. Fora este partido temos o PMDB, que só vai no carisma dos outros, pois não tem voz própria.

  3. O pmdbzinho não tem carisma algum, desde a época em que caçava boi no pasto usando helicóptero para tanto.

    Você que é mais jovem duvida disso? Acesse o Google e verá.

    Plano Cruzado: desabastecimento e caça ao boi no pasto, 1986 …
    Vídeo para PMDB boi no pasto helicóptero▶ 0:56
    https://www.youtube.com/watch?v=WzX0akSlL1E
    7 de fev de 2015 – Vídeo enviado por historiadobrasil
    Alguns meses após a promulgação do Plano Cruzado, que congelou preços e salários, o pais passa por …

    Partidinho!

    Sempre do lado do cidadão, como disse há uns tempos uma figura aqui de Blumenau e neste mesmo Informe Blumenau.

    Alcino Carrancho

    (O Idiota Que o pmdb Acha Que eu Sou)

Deixe uma resposta