Recuperação da pista de skate do Parque Ramiro Ruediger é suspensa

Foto: Informe Blumenau

E o motivo é grave. Suspeita que a obra original teria sido feita fora das especificações ou com material de má qualidade. Esta é a avaliação da engenheira do Parque Vila Germânica – responsável pela área -, Marli Rupp, repassada ao presidente Ricardo Stodieck.

E mesmo para quem não é especialista, como este jornalista, parece quem tem algo errado.

A pista estava fechada ao público desde o dia 12 de novembro para a troca da camada de granilite superior que apresentava fissuras. Na retirada do material que seria substituído, houve a constatação de que as camadas inferiores não estavam de acordo com o projeto original da construção da pista. A administração municipal solicitou, portanto, a interrupção dos trabalhos para averiguação adequada sobre a execução do projeto original e para a busca de resolução permanente para os problemas da pista de skate.

Na licitação feita em 2008, no final do primeiro mandato de João Paulo Kleinübing (DEM), o edital previa uma laje pré-moldada com viga de 8cm de altura, malha de aço e cobertura de concreto usinado de 4cm, camada de regularização de 2cm, e a camada de granilite de 1,5cm.  Agora, na revitalização, com a retirada do granilite que seria substituído, o concreto usinado não foi identificado, nem em aspecto nem em espessura. O material encontrado tem característica arenosa e espessura irregular, com medidas que variam entre 2 e 2,5cm.

“Há a suspeita de que foi utilizado material de qualidade inferior ao recomendado pelo projeto original. Para confirmar, ou não, esta suspeita estamos providenciando a análise laboratorial do material presente na pista nesse momento”, explica Ricardo Stodieck, que promete também que será feita análise da base estrutural da pista, embora esta não apresente problemas aparentes.

Após a conclusão de todas as análises necessárias, e com base nestas, a pasta municipal apresentará uma proposta para resolver a situação, que pode ser de um aditivo no atual processo licitatório de revitalização, onde seriam solicitadas a troca das camadas superiores da pista, ou, caso haja também problemas estruturais, a abertura de um novo processo licitatório.

“Tudo depende das análises. O nosso compromisso é dar andamento a todos os procedimentos com brevidade para podermos entregar essa obra concluída o quanto antes à comunidade”, afirma Stodieck.

O presidente está frustrado. Queria deixar tudo encaminhado para as férias escolares, visto que a empresa contratada para a revitalização tinha prazo até o final de dezembro.

A revitalização estava orçada em R$ 78 mil. A licitação de 2008, para construir a pista, foi de R$ 147 mil, valores da época.

Parabéns ao Parque Vila Germânica, A administração Mário Hildebrandt (PSB) tem tomado posições firmes quando recebe denúncias que envolvem o serviço público. Esta me parece bastante grave, mesmo que passados dez anos.

Alguém parece ter ganho dinheiro lá atrás, oferecendo um serviço de qualidade inferior ao contratado. Precisa ser esclarecido.

Foto: Informe Blumenau
Foto: Informe Blumenau

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta