Quando a crise acabar

oktoberfest_2017

Donizete Böger

Coordenador do Sebrae Vale do Itajaí

 

Muito se falou nos últimos meses sobre a importância de se fortalecer para garantir a subsistência dos negócios ou mesmo do próprio emprego durante a crise. Milhares de novas empresas, por necessidade, foram abertas durante a recessão, advindas de pessoas que precisavam de uma nova fonte de renda depois de perder sua ocupação no mercado. E mais um montante delas foram fechadas poucos meses depois, devido a falta de perspectiva, de preparo ou de espaço para a ideia.

Isso tudo fez com que muitos empreendedores se concentrassem no presente e deixassem de lado qualquer preocupação em relação ao futuro. Manter as vendas virou prioridade, pagar as contas e conseguir resistir mais um mês foram os focos. Mas e quando a crise acabar?

É fato que já percebemos a retomada do crescimento em alguns setores e essa melhora na economia não deixa de ser um motivo de preocupação. Isso porque, quando o consumo se restabelecer – segundo o Governo Federal, com o crescimento do Produto Interno Bruto, as famílias brasileiras devem voltar a comprar ainda mais que antes da crise até 2019 – é preciso estar preparado. A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) IBGE, por exemplo, mostra que até julho deste ano as vendas do segmento de calçados e vestuário já cresceram 7,1%.

Aí nos confrontamos com outra realidade: a de empreendedores despreparados em relação ao novo patamar da economia, que não contam com conhecimento necessário para aproveitar as novas oportunidades. E neste cenário, poderão perder espaço não só para a concorrência, mas para grandes empresas, que conseguiriam perfeitamente atuar lado a lado dos negócios brasileiros.

Quando – e não se – a crise acabar, os empreendedores das pequenas empresas precisam estar preparados. E para isso, devem buscar conhecimento, estudar tendências, estruturar e otimizar a gestão. E só assim conseguirão manter ou elevar as vendas, criar e desfrutar de um período que promete ser não só de estabilidade, mas de crescimento. E você, que lutou contra a crise, está pronto para o fim dela?

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta