Pedindo a benção!

timbo_cultura_titas

Nesta segunda-feira, 20, o deputado estadual Gelson Merisio (PSD), pré-candidato ao Governo, esteve em Blumenau visitando o Pastor Nilton, presidente estadual da Igreja Assembleia de Deus. O colega deputado e de partido, Ismael dos Santos, acompanhou o encontro.

Ismael é irmão do Pastor Nilton.

Por cima é possível dizer que existem três mil igrejas da Assembleia de Deus em Santa Catarina. É a maior em número de fiéis no segmento evangélico no estado.

Merisio fez o que o deputado federal Décio Lima (PT) fez recentemente. Falar de sua disposição em ser candidato, falar por cima das suas propostas e ouvir os pleitos da Igreja.

Será uma campanha curta em 2018, como já foi em 2016, com a metade do tempo de televisão e, portanto, com menores possibilidades de conversar com grande plateias.

Os pastores são importantes cabos eleitorais e falam para muitos fieis.

O próprio Ismael dos Santos é um exemplo. Deputado de segundo mandato, foi o terceiro mais votado em 2014. E fez votos em 286 dos 293 municípios em 2010. Boa parte vindos dos fieis da Assembleia de Deus.

Apesar do vínculo, o deputado Ismael pouco usa as palavras de Deus em seus pronunciamentos.

Além dele, a deputada federal Geovânia de Sá (PSDB) e o deputado estadual Kennedy Nunes (PSD) são políticos com forte identidade com a igreja, que mostra claramente a proximidade da política com a religião.

Em Blumenau, dois parlamentares vem da Assembleia. O vereador mais votado por dois mandatos, o presidente Marcos da Rosa (DEM) e Jovino Cardoso (PSD), outro campeão de votos num passado recente. O primeiro foi discípulo do segundo, mas agora são adversários.

E a Assembleia de Deus também apoiará o empresário Andrey Tomazi, pré-candidato a deputado estadual pelo DEM.

Jovino já disse que também vai tentar uma vaga para a Assembleia Legislativa. Marcos da Rosa estava cotado para ser candidato a deputado federal, mas recentemente repetiu algumas vezes que não seria candidato em 2018.

Ou seja, a política local e estadual passa pelas Igrejas, e a Assembleia de Deus é a mais organizada, com objetivo claro de ocupar postos de influência nas diferentes esferas de poder.

Antes dos xingamentos – constantes nos últimos dias, de uma forma míope, menor – , é importante notar que nas palavras que escrevi não há juízo de valor.

Somente informação.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

3 Comentário

  1. Em período de eleições , Zé vira José …..vale tudo para se manter no poder . Inaceitável é ver
    que os políticos e as pessoas que comandam entidades religiosas usam a crença das pessoas
    menos instruídas para angariar votos e benefícios .Como dizia Boris Cassoy : Isto é uma vergonha .

  2. É tudo farinha do mesmo saco!
    Líder religioso?
    Me engana que eu gosto!
    Esses caras não temem DEUS!
    Não O temem, pelo amor que têm ao dinheiro. Quando lá na frente estiverem a usar fraldas geriátricas ir-se-ão lembrar aqui do sábio Alcino Carrancho.
    Que tenham TODOS uma morte lenta e bastante sofrida.
    Alcino Carrancho
    (O Crente. Em DEUS, Não Em Exploradore$$$$$ do Povo Humilde)

  3. 2018 os espera, degenerados, decadentes morais!

    Alcino Carrancho

    (O Crente. Em DEUS, Não Em Exploradore$$$$$ do Povo Humilde)

Deixe uma resposta