Partido Novo prega neutralidade “parcial” no segundo turno

O Partido Novo enviou um comunicado a Imprensa onde diz que não apoiará nenhum dos dois candidatos à Presidência da República, mas afirma ser contrário a um, o PT, “que tem ideias opostas as nossas”, diz o texto.

O Partido Novo sair fortalecido do processo eleitoral. Elegeu oito deputados federais, está com um candidato ao Governo e Minas Gerais no segundo turno e consolidou o projeto.

Em Santa Catarina, elegeu o advogado Gilson Marques, aqui de Pomerode.

Leia o comunicado divulgado pela partido:

NOTA À IMPRENSA

O NOVO obteve importantes conquistas e sai fortalecido das eleições de 2018.

 No entanto, o cenário presidencial no segundo turno não é aquele que desejávamos.

 Manteremos nossa coerência e nossa contribuição à sociedade se dará através da atuação da nossa bancada eleita, alinhada com nossos princípios e valores.

 O NOVO não apoiará nenhum candidato à Presidência, mas somos absolutamente contrários ao PT, que tem ideias e práticas opostas às nossas.

2 Comentário

  1. Deveriam apoiar Bolsonaro , ficar em cima do muro , significa que não lutam pelo povo como discurssam . Se a maioria dos eleitores votou Bolsonaro , o NOVO deveria acompanhar , ou é NOVO só no nome ???

  2. Parabéns ao NOVO pela postura!

    Votarei no Bolsonaro e Comandante Moisés!

    Quanto ao pt e ptelhada deveriam ser banidos da cena política brasileira e que a sigla fosse extinta.

Deixe uma resposta