Para onde vai a Funai?

Funai

A futura ministra da Agricultura, Tereza Cristina (DEM) sugeriu uma secretaria especial vinculada a Presidência da República para tratar dos direitos dos indígenas. Bolsonaro resolveu tirar a Funai (Fundação Nacional do Índio) do Ministério da Justiça, mas o órgão segue sem destino.

A ideia era transferi-lo para a pasta da Agricultura, mas Tereza já sinalizou que não quer.

Com informações: Folha

Bolsonaro

Fundação do Índio é vinculada à pasta da Justiça, mas Bolsonaro disse que pode ser transferida para Cidadania. Responsável por transição havia dito que destino poderia ser Agricultura e a minha tia pelo WhatsApp disse que pode ser Ciência e Tecnologia.

Moro

Os indígenas preferem o Moro, pelo menos é o que diz a nota da INA:

“A Funai precisa ser fortalecida em termos de orçamento, pessoal e instrumentos para o exercício de sua expertise técnica e atribuições únicas, mantendo-se à frente da coordenação da política indigenista de estado e sob vínculo administrativo com o Ministério da Justiça”.

Em resumo: “Funai vai para algum lugar, tá ok?”

Contas

As contas da campanha de Jair Bolsonaro e do seu vice Hamilton Mourão foram aprovadas com ressalvas pelo TSE. Independentemente do resultado, o julgamento das contas era necessário para a diplomação de Bolsonaro, marcada para segunda-feira (10) e o último ato antes da posse, em 1º de janeiro.

Onyx

A pedido da PGR, o ministro do STF, Edson Fachin, determinou abertura de processo para apurar o suposto pagamento de caixa 2 para o futuro ministro da Casa Civil Onyx Lorenzoni.

Os acordos de delação da JBS apontaram dois repasses a Onyx, um de R$ 100 mil em 2014 e outro de R$ 100 mil em 2012. Onyx já admitiu em uma entrevista ter recebido R$ 100 mil da JBS em 2014 e pediu desculpas, mas negou a segunda denúncia revelada pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta