O fogo de palha chamado Flávio Rocha

O “liberal na economia e conservador nos costumes”, que não veio para ser “coadjuvante”, Flávio Rocha desistiu da pré-candidatura à Presidência da República pelo PRB. O empresário, dono do grupo que controla, entre outras potências, a Riachuelo, anunciou sua decisão para a imprensa nacional nesta sexta-feira.

“Jogamos a toalha, fizemos a nossa parte, lutamos o combate, e estamos orgulhosos do que fizemos. Mas chega uma hora que a luta fica quixotesca. Liberamos o partido para tomar seus rumos — disse Rocha ao GLOBO.

Ligado ao MBL, coordenador do movimento Brasil 200, esteve em Blumenau recentemente, ciceroneado pelo também empresário Ericsson Luef. Apesar de filiado ao MDB, Ericsson anunciava que era o coordenador da campanha do Flávio Rocha em Santa Catarina.

O Informe Blumenau gravou com o então “pré-presidenciável” no final de maio. Confira.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta