MDB e PSDB decidem pela neutralidade neste 2º turno em Santa Catarina

MDB e PSDB entraram como favoritos para pelo menos estar no segundo turno das eleições em Santa Catarina e foram surpreendidos pela onda Bolsonaro, que levou o até então desconhecido Comandante Moisés para o segundo turno com Gelson Merisio (PSD).

Lideranças das duas siglas fizeram reuniões nesta semana – separadas – e decidiram pela neutralidade neste segundo turno. A orientação nos dois casos é “liberar” filiados e militantes.

No meu entender, os anúncios não farão muita diferença no voto do eleitor, mas tem caráter simbólico e político.

As fotos revelam o clima de velório que marcou as reuniões.

“Em reunião na tarde desta segunda-feira (08/10), a Executiva Estadual do PSDB em Santa Catarina deliberou por liberar os filiados e militantes sobre a posição no segundo turno da eleição no Estado”, disse um curto comunicado tucano no Facebook.

Já a Executiva do MDB se reuniu nesta terça-feira, encontro que contou com a presença também do governador Pinho Moreira e do senador Dário Berger.

“O MDB de Santa Catarina, presidido pelo deputado federal Mauro Mariani, decidiu nessa terça-feira, por unanimidade, liberar os filiados para a votação do segundo turno. Sendo assim, não haverá uma orientação oficial sobre apoio e os militantes estão livres para tomar posição.”

2 Comentário

  1. MDB era apoio de Lula e Dilma , com as prisões e lava jato, ficaram amiguinhos do PSDB , resultado : Pau nas urnas .

    São iguais ou piores que o PT .

  2. Não precisamos de ambos!

    É tudo farinha do mesmo saco!

    Aliás, é tudo excremento da mesma privada!

Deixe uma resposta