Manifestações prometem parar o transporte coletivo de Blumenau a partir desta quinta-feira

Durante toda esta quarta-feira, a diretoria do Sindetrascol reuniu-se informalmente com os trabalhadores para comunicar o resultado da reunião desta terça-feira, no Tribunal Regional do Trabalho, quando mais uma vez não houve acordo e o dissídio vai a julgamento.

“A categoria está revoltada, passamos o dia tentando acalmar o pessoal”, disse Pradelino da Silva, queixando-se que não foi apresentada nova proposta na reunião de terça.

“Estamos pensando em realizar manifestações pontuais, que podem começar já nesta quinta-feira”, diz o presidente, lembrando que os trabalhadores estão em estado de greve.

Sobre a liminar concedida pelo TRT, que determina que 70% da frota deve circular nos horários de pico e 30% nos demais horários, Pradelino diz que será respeitada, caso decida-se por uma paralisação geral.

Sobre a audiência desta terça-feira em Florianópolis, leia aqui.

Para tentar amenizar os impactos na categoria, a Blumob anunciou o pagamento do adiantamento com reajuste da inflação e a manutenção das escalas de Natal e Ano Novo, confira aqui.

1 Comentário

Deixe uma resposta