Kleinübing não será vice de Merisio

A confirmação da primeira aliança eleitoral para a disputa ao Governo catarinense não acontecerá neste final de semana. O ex-prefeito de Blumenau, João Paulo Kleinübing (DEM) não aceita ser vice de Merisio. Pode estar na mesma aliança, mas desde que o ex-colega de partido não seja o cabeça de chapa. “Pensam diferente quando o assunto é política”, ouvi.

A informação foi repassada por uma pessoa muito próxima ao ex-prefeito de Blumenau, que está com o nome colocado também como pré-candidato ao Governo de Santa Catarina.

A chapa sonhada era Merisio e JPK, Amin e Colombo ao Senado.

Sob esta perspectiva, fica a dúvida sobre a posição de Esperidião Amin (PP), também pré-colocado como candidato ao governo. Na aliança sonhada por muitos, havia espaço para todos.

Com esta posição de Kleinübing, o cenário pré-eleitoral permanece embaralhado, faltando uma semana para começar o prazo oficial para as convenções que carimbam as candidaturas. E depende de Amin.

Ele pode permanecer na aliança do seu partido com o PSD ou lançar-se candidato ao Governo, neste caso provavelmente com Kleinubing de vice.

Se Amin ficar com Merisio, restará a JPK as possibilidades de construir com o PSDB, de Paulo Bauer, ou o MDB de Mauro Mariani.

Ou ainda lançar-se em candidatura solo, o mais improvável, pela menor estrutura do DEM no estado, aliado ao pouco tempo de propaganda eleitoral de TV.

1 Comentário

  1. Alcino Carrancho, Esperando 07 de Outubro, Pois Quem Ri Por Último, Ri Muito Melhor! disse:

    Olá, meus queridos pré-candidatos!

    Como está a vossa ansiedade, ao perceberem que serão TODOS defenestrados, seus calhordas?

    Façam exame de consciência e digam aqui a este idiota, Alcino Carrancho:

    Vocês nos representaram?

    Eu respondo: Vocês nos repre$$$$$$$$$entaram, sim!

Deixe uma resposta