Emerson Antunes deixa a ADR de Blumenau

Sem esperar sua exoneração ser publicada no Diário Oficial e depois da confirmação que Miguel Soar assumiria seu lugar, Emerson Antunes (PSD) dirigiu-se a Florianópolis nesta terça-feira, 15, para entregar sua carta de demissão do cargo de secretário executivo da ADR Blumenau, que recentemente incorporou as ADRs de Timbó e Brusque, extintas pelo governado Eduardo Pinho Moreira.

Emerson estava incomodado no cargo, desde que o governador começou uma “caça as bruxas”contra filiados do PSD. Já tinha revelado para alguns interlocutores que permaneceria no cargo no máximo até o final do mês. Com a   iminente nomeação do Miguel Soar, ele antecipou a saída.

Emerson Antunes assumiu em julho de 2016 e fez um trabalho de formiguinha, tentando aparar arestas, com pouca tinta na caneta para grandes obras.

Não foi comunicado de sua provável saída pelo governador e sei que estava descontente com os encaminhamentos que estavam sendo feitos nas ADRs, com cortes de funcionários sem critérios, que prejudicavam o funcionamento da máquina.

“Missão cumprida.

Hoje apresentei minha carta de demissão.

Encerro a missão que honrosamente me foi confiada para representar o Governo do Estado na região de Blumenau.

Ser gestor público durante a maior crise econômica da história, foi um desafio. Tenho certeza de ter feito todo o possível no exercício da missão que me foi confiada.

Agradeço ao Governador Raimundo Colombo pela oportunidade de servir minha região.

Registro carinhosamente meu agradecimento aos servidores dedicados com os quais tive a honra de trabalhar.

A alternância no exercício das funções é própria da democracia. É natural que o atual governador tenha no cargo alguém de sua confiança, possa mostrar seu modo de administrar e, também, consiga acomodar oportunamente as demanda partidárias.

Foi um orgulho servir aos cidadãos do Vale….

Vamos aos novos desafios.

#2019élogoalí

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta