Deputado Ivan Naatz nega irregularidade na contratação de servidora

Foto: Divulgação

Ivan Naatz (PV) nega qualquer possibilidade que tenha feito nepotismo cruzado, notícia dada pelo colunista Upyara Boschi na edição deste final de semana no Diário Catarinense. Segundo o jornalista, o filho do deputado foi contratado no gabinete do vereador de Itajaí, Eduardo Gomes (PRP), enquanto a esposa do vereador foi trabalhar no gabinete do deputado.

Naatz confirma que o filho trabalha na Câmara de Itajaí desde janeiro e que a esposa do vereador trabalhou no seu gabinete. “Mas foram apenas nove dias úteis, quando vi o buchicho achei melhorar exonerar. Não tem nada errado, eu mesmo fui conversar com o promotor público para clarear a situação”, disse.

O MP instaurou um inquérito para apurar se houve ou não irregularidade.

2 Comentário

  1. Incrivelmente Blumenau é assim, se alguém de fora do feudo ou que não tenha caneta suficiente para, por ora ser interessante a alguns veículos de comunicação, começa a mostrar trabalho que a máquina moedora de reputação e garantidora de publicidades entra em ação. Notícia tem que apresentar provas, “parece que, ouvi falar, etc” não tem valor algum; cadê a intimação do Deputado? Não tenho dúvidas que não existe, haja vista o Ministério Público conhecer a súmula 13 do STF. Dep. continue trabalhando, pois o que mais ouço é “não votei no Naatz, mas ele está me surpreendendo” e eu sou mais um que não votou nele e que também estou surpreso. Que tal apurar responsabilidades do parque das Itoupavas, verbas e contratações do Samae, da URB, que tal cobrar transparência do executivo para apresentar quanto e como paga todas as publicidades seja direta ou indireta e também transcersa e a quem?

Deixe uma resposta