Denúncia robusta? Canetada!

Municípios

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (05), projeto que pode livrar os municípios de punições se passarem dos seus limites de gastos com pessoal. Se aprovado, o projeto altera a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Segue para sanção presidencial.

Com informações da Folha

Corte

O Ministério da Fazenda sugeriu ao futuro governo uma segunda rodada de reformas depois da Previdência, como a revisão da política de reajuste do salário mínimo e o fim do abono salarial.

Cintos apertando!

Urgência

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, afirmou que a reforma da Previdência começará a ser votada no Congresso o “mais rápido possível”, ainda nos seis primeiros meses do seu governo.

Escanteio?

Depois de um isolamento, Magno Malta (PR-ES) está de volta. Um dos grandes nomes da campanha de Jair Bolsonaro, Malta não deve ter nenhum cargo no governo. O senador negou que esteja frustrado por não receber nenhuma pasta para comandar no futuro governo.

“Meu compromisso com Bolsonaro foi até o dia 28, às 19h30. Tínhamos um projeto de tirar o Brasil de um viés ideológico e nosso compromisso acabou dia 28. Bolsonaro não tem compromisso nenhum comigo”, afirmou Malta.

Não deve ser bem assim, pois lembrando a todos, Malta – que deve estar arrependido – seria o vice dos sonhos do capitão.

Citado

Onyx Lorenzoni, futuro ministro da Casa Civil do governo Bolsonaro, foi citado em depoimentos de acordo de delação premiada de executivos da J&F. Os delatores do grupo entregaram à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma planilha que, segundo os colaboradores, comprova que Onyx recebeu um repasse de R$ 100 mil por meio de caixa 2 em 2012.

Com informações do G1

Canetada

Sobre o assunto acima, o presidente eleito Jair Bolsonaro disse que vai “usar caneta” se houver “denúncia robusta” contra o deputado federal Onyx Lorenzoni.

“Olha só, em havendo qualquer comprovação obviamente ou uma denúncia robusta contra quem quer que seja do meu governo que esteja ao alcance da minha caneta ‘Bic’, ela será usada”, disse.

E não poderá ser diferente. Foram eleitos com a missão de “uma limpeza moral” no país, se bem que, outros já foram!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta