Coreia do Sul sai na frente de EUA e China e lança 5G comercial nesta sexta (05)

Pegando os outros países de surpresa, a Coreia do Sul anunciou o lançamento comercial da velocidade móvel 5G nesta sexta-feira, 5 de abril. A nova conexão chegará por meio das operadoras SK Telecom, KT e LG Uplus oferecerão a nova velocidade de conexão especificamente para usuários do modelo compatível do Samsung Galaxy S10, em planos que vão de US$ 48 a US$ 70 mensais.

A expectativa é a de que a velocidade seja entre 20 e 100 vezes maior que o 4G atual, o que, segundo o governo coreano, justifica as mensalidades mais salgadas: os valores citados, referentes a planos da SK Telecom, são até 60% mais caros do que os planos 4G.

“É significativo que as empresas de telecomunicações sul-coreanas estejam fornecendo serviços e redes atendendo aos altos padrões de velocidade e qualidade de imagem dos clientes sul-coreanos”, disse à Reuters o vice-presidente executivo da SK Telecom, Ryu Young-sang.

Corrida pela velocidade móvel

Os EUA e a China eram tidos como os líderes da corrida pela inauguração da oferta do 5G para consumidores. Tanto é que a China já até oferece a velocidade, mas apenas para funcionários do governo, ao passo que os EUA, por meio da operadora Verizon, deve lançar comercialmente a conexão até o dia 11, para smartphones da Motorola.

Um relatório da CTIA, uma associação comercial de tecnologias móveis sem fio dos EUA, dava como “empatada” a corrida entre o país americano e os chineses, inclusive apontando que a Coreia do Sul havia sido “ultrapassada” pela nação ocidental. Parece que o jogo virou.

No lado chinês da briga, a Huawei anunciou em janeiro um chip 5G que, promete a empresa, é até 2,5 vezes mais veloz que as tecnologias atuais. A empresa ainda informou que já conta com 30 contratos comerciais de 5G, e a tecnologia será usada para antenas, o que deve ser implementado em 25 mil estações pelo mundo, e que seu chip é compatível com todas as bandas de rede do mundo.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta