Blumenau registra dois casos importados de dengue em 2019

A Vigilância Epidemiológica registrou dois casos de dengue em Blumenau, ambos importados, ou seja, contraídos em outras cidades.  É o mesmo número do ano passado.

Um dos casos confirmados neste ano é de uma mulher de 38 anos, moradora do bairro Itoupava Seca, que esteve no estado do Rio de Janeiro, no mês de janeiro. A outra pessoa que teve a confirmação da doença é um homem de 41 anos, morador do bairro Itoupava Central, que viajou para o interior de São Paulo. Vistorias no entorno das residências foram realizadas, e a equipe do Programa de Combate à dengue não encontrou focos num raio de 300 metros dos locais. Ambos procuraram serviços de saúde, foram medicados e passam bem.

Blumenau tem atualmente uma situação de controle em relação ao Aedes, com 26 focos do mosquito e ações constantes da equipe do Programa de Prevenção e Combate à dengue. As inspeções nas 1.650 redes de armadilhas instaladas atualmente no município são periódicas, bem como as vistorias nos 358 pontos estratégicos, que ocorrem quinzenalmente.

A coordenadora do Programa de Prevenção e Combate à Dengue, Eleandra Casani, ressalta que a prevenção e conscientização da população em evitar criadouros do mosquito tem sido muito importante e nesse momento é ainda mais essencial. “Casos importados são esperados. Por isso fazemos o trabalho de educação da população, para que não tenhamos o mosquito infectado transmitindo a doença aqui em Blumenau. A população nos ajuda na prevenção quando evita acúmulo de água no seu entorno, no jardim, pneus, piscinas e até em tampinhas de garrafas pet.” A coordenadora também ressalta a importância de as pessoas verificarem seus carros quando viajam, principalmente ao litoral de Santa Catarina, onde algumas cidades são consideradas infestadas, já que insetos infectados com o vírus podem se alojar nos automóveis.

Em 2019 foram realizadas 12 notificações de casos suspeitos no município, sendo nove de moradores de Blumenau. Do total, dois casos tiveram resultado positivo e são considerados importados. Orientações sobre prevenção podem ser encontradas no site da Prefeitura e denúncias de possíveis focos podem ser feitas pela Ouvidoria da Saúde, no telefone 3381-7770 ou ainda no 156, opção 2.

Sintomas e tratamento da dengue

A dengue é uma doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti e apresenta sintomas como febre, dores de cabeça e nas articulações, enjoo e pode desencadear machas vermelhas pelo corpo. Apresentando esses sintomas, a pessoa deve procurar sua unidade de saúde de referência.

Informações da Agência Fiocruz mostram que o tratamento realizado é a base de analgésicos e antitérmicos, com orientação para retorno ao serviço de saúde. Também é indicado hidratação oral com aumento da ingestão de água e líquidos. Não devem ser usados medicamentos com ou derivados do ácido acetilsalicílico (AAS).

Fonte: Secretaria de Comunicação PMB

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta